segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Chico LOUCO Xavier! O esquizofrenico, mentiroso e homossexual mais amado pela mídia mundana do Brasil! Fuja do nocivo e maligno! (PARTE 01)

Observando esse momento de "frenesi diabólico" em torno da heresia chamada Espiritismo, me senti indignado com tanta ignorância a respeito do que a Bíblia fala sobre o assunto. Tem "espírita criativo" usando a Bíblia para justificar sua loucura e tentando convencer outros néscios através da Palavra a incorrerem no seu mesmo erro e a seguirem juntos pelo caminho largo da morte eterna. Então, resolvi elaborar aqui neste blog alguns textos a respeito do assunto. Espero que sirva para abrir os olhos de muitas pessoas a cerca do que a mídia tem tentado nos empurrar "goela a baixo" e faça você refletir sobre o assunto de forma séria e inteligente.

O TEXTO SERÁ DIVIDO EM PARTES 01, 02 e 03 PARA FACILITAR A LEITURA E O ESTUDO. PEGUE SUA BÍBLIA E GASTE UM TEMPO COM ESSE ASSUNTO IMPORTANTE.

Primeiro gostaria de dizer que para mim Chico nunca foi um exemplo a ser seguido, ele foi sim uma pessoa digna de nossa compaixão.

Ele era uma pessoa atormentada e com sérios problemas de desvio de personalidade. Os problemas de Chico eram tão graves que chegavam a limiar a esquizofrenia e a loucura. A homossexualidade de Chico associada a sua calvície somente agravavam ainda mais o problema dele de personalidade e de auto aceitação.

Para que todos entenderem como o espiritismo é nocivo e maligno, saibam que Chico por fora demonstrava ser uma pessoa tranqüila e em paz com todas as coisas, mas era somente furto do engano e da mentira que vinham do coração dele e que fazia ele agir assim, pois, relatos comprovam que por dentro ele se consumia num grande tormento, desespero e vaidade e isso acontece com todos os espíritas e com todos aqueles que são engodados por esta mentira.

Segundo, Chico Xavier me faz lembrar Aleister Crowley, considerado por muitos o "pai" do Satanismo. Para muitos, ele foi um mago, um homem dotado de poderes sobrenaturais, ou ainda o primeiro homem a falar dos direitos humanos (Liber Oz). Supostamente escreveu diversos livros "psicografados" por demônios e espíritos de outra dimensão. O mais famoso deles "O Livro da Lei". Para outros (inclusive eu), não passou de um charlatão muito inteligente, cujo o único poder que detinha, era um incrível senso de persuasão e sabia levar o povo na sua lábia, e assim conseguir sempre o que queria.

Antes de passar para a Bíblia, gostaria de relatar um fato amplamente divulgado na época e que parece estar caindo no esquecimento de todos. Em 1971, Amauri Pena, um sobrinho de Chico Xavier desmascarou o próprio tio e toda a farsa espírita dizendo que ele foi educado e persuadido a ser um grande medium. Ele disse ao “Diário de Minas: 

“Tudo o que tenho psicografado até hoje foi criado por minha própria imaginação, sem que precisasse de interferência de almas do outro mundo. Resolvi por uma questão de consciência contar toda a verdade. Não desmascaro meu tio como homem, mas como médium”. 

Confira também “Estado de Minas”, 20/1/1971 e revista “Realidade”, Novembro 1971, página 65. Assim como em outras oportunidades, os espíritas daqui também dirão que Amauri Pena estava “louco”,  que ele era “dependente químico”, mas nada que demonstre que ele mentiu. Muitos ficam surpresos pelo fato concreto de o "humildíssimo" Chico usar peruca até terminar o implante de cabelos, e antes sempre boina. É típica a vaidade exacerbada como mecanismo doentio para compensar defeitos que poderiam levar ao complexo de inferioridade. Sem mencionar o fato de Chico Xavier ser homossexual, ter uma vida doente cheia de surtos e contínua psicose. Não insistirei nisto, só preciso de um mínimo para desmascarar em Chico o continuo fingimento de humildade. Pesquisando sobre o assunto li sobre um homem, um professor chamado Dr. Silva Mello que escreveu em um livro seu ("Mistérios e Realidades deste e do Outro Mundo", pág. 277) a esse respeito:

"Dentro do espiritismo, do mediunismo, da psicografia há muito desejo oculto, muita necessidade de ser diferente e maior e melhor do que os outros, muita vaidade, muito amor próprio (...) bem disfarçado (...) E talvez em nenhum território humano apareça isso de maneira tão evidente como justamente no campo do espiritismo"

Afinal, porque tantas declarações de amor à um homem tão controverso, porque tanta aceitação de uma doutrina tão facilmente refutada?

NA (PARTE 2) DE NOSSO ESTUDO VEREMOS O QUE A BÍBLIA FALA A RESPEITO DO ASSUNTO. PREPARE-SE PARA SE SURPREENDER. ABRA A MENTE PARA LER SEM PRECONCEITO E DEIXE DEUS FALAR COM VOCE.

LEIA A (PARTE 03) TAMBÉM

Nenhum comentário:

Postar um comentário